Manual do Parceiro

De Demander
Ir para: navegação, pesquisa

Criação da Empresa no DemanderWeb

http://sistema.demanderweb.com.br/dinamico/empresas

Vamos abrir a 1 opção detalhadamente

E1.JPG

2° Opção seria a tela de configuração da Empresa, onde existem abas com opções de marcação da empresa na qual ela se encaixa.

E2.JPG


E3.JPG

Sobre o sincronizador

Sincronizador é a API utilizada para fazer a sincronização dos dados tanto quanto o processo de envio de informação ao Demander e a busca de informação no Demander e também no banco de dados do cliente.

Ao criar um arquivo texto baseado no leiaute de integração Demander, o mesmo é processado pelo sincronizador que é responsável por fazer a quebra de linha do arquivo por tabelas e enviar ao Webservice Demander. Possíveis erros são apresentados na tela de log do Sincronizador.

Ao fazer um pedido, alterar ou cadastrar um cliente, fazer uma visita sem venda, dentre outras funcionalidades do sistema, as mesmas alterações precisam ser enviadas ao ERP integrado. Para isso é utilizado o Sincronizador. Ao fazer uma busca, será gerado um arquivo com todos registros que tiverem alguma alteração igual e maior a data salva no arquivo de configuração. Consulte o leiaute para saber quais tabelas são enviadas ao ERP.

Outra funcionalidade importante do Sincronizador é a busca dos registros diretamente no banco de dados do cliente. Chamada de Integrador, essa funcionalidade é capaz de através de scripts SQL e uma conexão ao banco de dados através de uma string de conexão, buscar registros salvos na tabela no banco de dados e criar um arquivo pronto para ser enviado ao Demander.

Baixando e organizando

Para baixar o sincronizador clique aqui. Baixado o Sincronizador vamos a sua configuração. Vamos criar uma pasta chamada DEMANDER no 'disco local C' para organizar os arquivos e pastas que o Sincronizador.exe gerar, Por exemplo:

11.png

O Sincronizador não precisa ser instalado e sim somente executado com um duplo clique. Para isso vamos copiar o arquivo Sincronizador.exe baixado para a pasta "DEMANDER" criada no passo acima.

12.png

Ao executar o Sincronizador.exe pela primeira vez, vai ser criada uma estrutura de pastas com sua utilidade explicada abaixo e também aberta a tela de configuração do Sincronizador que também será explicada abaixo.

Estrutura de pastas

Abaixo a imagem ilustra todas pastas iniciais criadas. OBS: As pastas não devem ser renomeadas para não impactar em problemas na execução do Sincronizador.

EstPastas.png

1 - Pasta ARQUIVOS

Ao abrir a pasta ARQUIVOS temos outras 4 pastas: BUSCADOS, ENVIADOS AO DEMANDER, ENVIADOS AO ERP e ENVIAR.

30.png

1.1 - Pasta BUSCADOS

Ao fazer o processo de BUSCA no Sincronizador é gerado um arquivo no Webservice baseado em todas alterações e inserções que foram feitas depois da data de controle armazenada no arquivo CONFIGURACAO.PROPERTIES do Sincronizador para a empresa configurada. Esse arquivo fica armazenada na pasta BUSCADOS para assim ser manipulado pelo ERP.

1.2 - Pasta ENVIAR

O arquivo que for gerado pelo Integrador ou uma API de integração deve ser colocado dentro da pasta ARQUIVOS. Essa pasta fica responsável por armazenar os arquivos que vão ser enviados ao Webservice Demander. Ao iniciar o processo de ENVIO, os arquivos armazenados dentro da pasta são quebrados em novos arquivos, 1 arquivo por tabela ou mais caso existir mais que 1500 registros da mesma tabela. Dentro da pasta ARQUIVOS é criada uma pasta TEMP que é responsável por armazenar esses arquivos quebrados. Exemplo:


23.png

Ao colocar um arquivo para enviar: OBS: todo arquivo a ser enviado deve ser colocado dentro da pasta ENVIAR e não na pasta Temp.

24.png

Ao enviar, podemos ver a estrutura de arquivos que vai ser criada baseada nas informações contidas no arquivo principal entrando na pasta Temp:

25.png

Cada arquivo é criado com o padrão IDTABELA_DATAHORA. Assim é possível saber exatamente quando o arquivo foi enviado.

26.png

1.3 - Pasta ENVIADOS AO DEMANDER

O arquivo que já foi processado e enviado ao Webservice Demander é armazenado na pasta ENVIADOS AO DEMANDER.

1.4 - Pasta ENVIADOS AO ERP

Como o Sincronizador faz o retorno de dados para alguns BANCOS/ERP integrados, após fazer a BUSCA o arquivo é processado, as informações são enviadas ao ERP e logo movido para a pasta ENVIADOS AO ERP. Para BANCOS/ERP não integrados, o arquivo que foi BUSCADO e já foi enviado ao ERP pode ser armazenado nessa pasta também.

4 - Pasta Arquivos BAT

Um arquivo com extensão .bat pode ser definido como um conjunto de comandos executados em lote (sequencialmente). Criado para o MS-DOS tem a função de automatizar tarefas rotineiras e muitas vezes trabalhosas. Primeiramente, criamos um arquivo no bloco de notas podendo já conter os comandos de execução do DOS e salvamos na extensão .bat, para isso, basta incluirmos “.bat” no fim do nome do arquivo quando for salvar. Segue exemplo:

ArquivoBat.png

3 - Pasta CONFIGURACAO

O arquivo de configuração do Sincronizador é armazenado na pasta CONFIGURACAO. Esse arquivo de configuração armazena as informações da empresa configurada assim como o token, datas de cada processo e informações de conexão no banco de dados integrado.

4 - Pasta LOG

Toda informação que é exibida na tela de log no Sincronizador é salva num arquivo texto. É criado um arquivo com o padrão AAAA-MM-DD. Nesta pasta é armazenado toda informação de logs que acontecem no Sincronizador.

5 - Pasta TABELAS DE BUSCA NO ERP

Cada consulta SQL cadastrada no Integrador é armazenado na pasta TABELAS DE BUSCA NO ERP.

Configurando a empresa

Ao abir a tela de configuração do Sincronizador, é necessário definir algumas configurações.

Config1.png

1 - Token da empresa

Ao cadastrar a empresa no Demanderweb é criado uma sequência de caracteres chamada de TOKEN. Esse token deve ser colocado no campo texto para o Sincronizador saber para qual empresa enviar/buscar registros.

2 - Processos

Como o Sincronizador trabalha automaticamente é possível definir um determinado tempo para cada processo ser executado. Esse tempo é definido pela empresa mesmo, baseado na necessidade da atualização dos registros.

3 - Ambiente de trabalho

O Sincronizador pode enviar/buscar registros de vários Web services. Os ambientes de DESENVOLVIMENTO e HOMOLOGAÇÃO são usados para testes internos, ou seja se não tiver ordens de usar esses ambientes sempre use o PRODUÇÃO. Ao salvar as configurações vamos a tela de sincronização.

Tela de Sincronização

Com as configurações validadas é apresentada a tela abaixo. Essa tela é responsável por executar os processos de envio e busca no Demanderweb assim como a busca e envio ( caso implementado ) no ERP configurado.

TelaSincronizacao.png

1 - Botão Enviar

Responsável por fazer a geração do arquivo no ERP, executar o processo do arquivo .bat de pré envio e enviar os registros ao Demanderweb.

2 - Botão Buscar

Responsável por buscar um arquivo com os registros novos e editados no Demanderweb passando uma data inicial que é armazenada no arquivo CONFIGURACAO e caso implementado, retorna os registros buscados para o ERP configurado.

3 - Botão Iniciar/Parar

Responsável por iniciar ou parar o processo automático de envio e busca. Caso iniciado, o Sincronizador habilita a informação do contador de tempo de cada processo:

Timer.png

Quando o contador chegar no valor 0, é executado o respectivo processo. Quando iniciado o processo automático, é criado também o System Tray que é situada no Windows Taskbar, geralmente no canto direito inferior ao lado do relógio. Mesmo fechando o Sincronizador, o mesmo continua rodando. Para finalizar é preciso parar o processo automático ou ir até a Taskbar do Windows, procurar o ícone do Sincronizador, clicar com o botão direito do mouse e em FECHAR. Para exibir é só clicar na opção MOSTRAR.

SystemTray.png

4 - Menu Configuração

Responsável pelas configurações da empresa. Token, tempo de cada processo e ambiente de trabalho.

5 - Menu Integrador

Responsável por conectar no banco de dados do cliente e gerar os registros conforme scripts criados. Seguindo o manual temos um capítulo exemplificando a utilização do Integrador.

6 - Menu Ajuda

Responsável por abrir o manual do Sincronizador ( Essa página ).

Integrador

Tela de integração

O Integrador é utilizado para buscar os registros do banco de dados configurado através dos scripts SQLs cadastrados. Ao clicar no menu Integrador da tela de sincronização é aberta a seguinte tela:

IntegradorInfo.png

Configuração

Responsável pela conexão com o banco de dados utilizado.

ConfigIntegrador.png

1 - Menu Ajuda

Abre um arquivo texto com exemplos de strings de conexão para cada banco implementado no Sincronizador.

2 - Caixa de seleção Banco de dados

Selecione o banco de dados que vai ser configurado. Hoje temos os bancos FIREBIRD, POSTGRES, MYSQL, SQL SERVER, SYBASE e ORACLE implementados no Sincronizador.

Consultar Arquivos Enviados e Recebidos ERP\DemanderWeb\Vendedores

Abaixo as consultas que o Demanderweb tem para a verificação dos arquivos enviados e recebidos pelo sistema (Para clientes que tem Integração com ERP)


Rec1.JPG

Arquivos Enviados ao ERP

Enviv1.JPG

Arquivos Recebidos do ERP

Rec2.JPG


Rec3.JPG

Arquivos Recebidos dos Vendedores

V1.JPG

Saldo Flex - Definição e configuração

O que é Saldo Flex?

É uma forma pela qual a empresa concede ao vendedor um “Saldo Disponível”, para que ele possa conceder acréscimos e descontos nas negociações, em função de um preço base, gerando assim, crédito e/ou débito.

Ou seja se o vendedor conseguir vender o produto acima do preço base ele ganha Saldo, que ele pode usar para dar descontos adicionais em uma outra venda, quando estiver com uma negociação mais difícil ou uma venda mais importante, por exemplo. Como o Demander trabalha com Flex?

O Saldo Flex funciona com ou sem integração com o ERP.

O Saldo flex é apurado apenas em pedidos do tipo "Pedido";

O uso do Saldo Flex sem integração com o ERP está explicado em Novidades_das_versões#Adicionado_campo_de_saldo_flex_no_cadastro_do_vendedor Crédito de Saldo

Valor base para Crédito de Saldo será: o Preço de Tabela. (Não teremos configuração a respeito.);

Assim o valor que o vendedor cobrar a mais que o preço de tabela será considerado como crédito; (apenas no faturamento);

O crédito não é considerado de forma automática, ele apenas é indicado no pedido a títulos de informação para o vendedor, na tela de saldo flex ele aparece como 'Saldo Bloqueado', então o ERP deve processar este pedido e atualizar o saldo flex no cadastro do vendedor; Débito de Saldo

Valor base para débito de Saldo é baseado em uma configuração que fica junto a check de ativação do módulo de Saldo Flex, e as opções são:

A partir do preço de tabela, ou seja, é o próprio preço de tabela. Assim se o produto custa R$ 100,00, então o que o vendedor der de desconto abaixo deste valor será debitado do Saldo dele.

A partir do desconto máximo do produto, ou seja, preço de tabela com desconto máximo aplicado. Assim se o produto custa R$ 100,00 e o desconto máximo for 10%, quer dizer que o Menor preço de Venda é R$ 90. Então o que o vendedor der de desconto abaixo do desconto máximo será debitado do Saldo dele.

Quando o produto tiver promoção, o valor do promoção é considerado como base de cálculo, e não o preço da lista, como descrito acima. Saldo Disponível

Vamos receber do ERP o "Saldo Disponível" de cada vendedor.

O Saldo que vem do ERP só considera pedidos já faturados (nota fiscal emitida)

O crédito de flex só acontece no faturamento. (Ou seja, mesmo o vendedor vendendo algum item que vai lhe gerar R$100,00 de crédito, esse valor só estará disponível depois que o Pedido foi Faturado, na prática o ERP remove estes R$100,00 do pedido e adiciona ele no saldo flex do cadastro do vendedor, sendo passado ao Demander por este campo e fazendo com que o vendedor tenha um saldo inicial já contemplando esse crédito)

Diferente do crédito, o Desconto será computado no Demander na hora que o Item é adicionado ao Pedido. (EX: Vendedor tinha R$ 100 de Saldo, adicionou um item e consumiu R$ R$ 90 desse crédito, se adicionar outro que vai gerar R$ 150,00 de crédito, ao adicionar o terceiro item, só terá disponível R$ 10,00 de Saldo, pois os R$ 150,00 só vai creditar quando o pedido for faturado. Igualmente ao crédito, o ERP DEVE zerar esse débito do pedido e incorporar ele no saldo inicial do vendedor) Cancelamento e Faturamento parcial de Pedidos

Um vendedor pode adicionar vários itens em um único pedido, porém nada garante que esse pedido vai ser faturado todo de uma vez. EX: Pedido de 100 itens de determinado produto, pode ser feito o faturamento de 40 itens, o cancelamento de outros 20 e os 40 restantes permanecerem como Faturamento Pendente.

Para suportar essa situação o Demander vai passar a receber via integração na tabela 17 - Item Pedido, os campos "Qtde Cancelado" e "Quantidade Faturado" (ver validações desses campos em #15205)

O que for indicado na "Quantidade Faturado" será considerado crédito efetivo;

O que for indicado na "Qtde Cancelado" será totalmente ignorado;

A diferença é considerado 'Faturamento pendendo' e este valor será considerado 'Saldo bloqueado'. Cálculo do "Saldo disponível"

Fórmula: Saldo que veio do ERP (no cadastro do representante) - (Débitos de Itens com faturamento Pendente)

Débitos de Itens com faturamento Pendente: Débitos dos itens que ainda não foram faturado.

   Se a configuração de "Zerar saldo flex na virada do mês" estiver marcada, só são considera pedidos com faturamento pendente emitidos no mês/ano atual.

Exemplo de Faturamento Pendente: um item com quantidade 100 gerou ao todo um débito de R$ 200,00, se este item já teve 70 unidades faturadas e 10 canceladas, significa que ainda tem 20 unidades com faturamento pendente, o que em uma regra de 3 simples significa que tem R$ 40,00 em Débido Pendente de Faturamento); Desconto a Nível de Pedido

O Desconto a nível de pedido deve entrar no cálculo do Saldo Flex.

Ao recalcular o Desconto a nível do Pedido, o sistema deve recalcular o Crédito de Flex de cada Item do Pedido, ao final se o Saldo Flex ficar negativo o desconto deve ser bloqueado.

(essa questão não está contemplada na planilha de simulação, porém me parece fácil de entender) Duplicar Pedido

Ao duplicar um pedido, o sistema deve recalcular o Saldo Flex, pois o preço de tabela pode ter sido alterado, bem como o desconto máximo.

Lembrar de que, se o pedido possuir itens, faturados e/ou cancelados, quando duplicar, zerar eles. Validação de Saldo flex disponível

O saldo do Saldo flex não pode ficar negativo de forma alguma, ou seja, o representante tem um saldo de R$10,00 e faz um pedido que geraria um débito de R$11,00 deixando o saldo negativo em R$1,00, isso não é permitido.

O Saldo flex é validado em dois momentos, tando ao informar o preço do produto, tando no desconto a nível de pedido. Consulta ao Saldo Flex

O representante terá acesso a tela na qual ele vai conseguir consultar o Saldo Flex dele em formato de Extrato.

A ideia é no topo da tela mostrar o Saldo do vendedor que veio do ERP.

Abaixo desse saldo, será exibido em formato de listagem todos os pedidos que ainda tem Flex Pendente de faturamento (ou seja que tem Itens que ainda não foram todo).

Para cada um desses pedidos, irá constar o crédito ou débito gerado.

Ainda será listado no rodapé do formulário o:

   Saldo disponível: quanto o representante ainda tem disponível para o Saldo flex (valor que veio do ERP - débitos gerados);
   Saldo bloqueado: quanto o representante fez de pedidos que geraram um crédito mas que ainda não foi 'processado' pelo ERP;
   Saldo: 1 + 2

O gerente de vendas terá acesso a consulta do Saldo flex de seus vendedores. Configuração do Módulo de Saldo Flex

A funcionalidade de Saldo flex será considerada como um módulo novo no sistema, e não fará parte do pacote básico do Demander.

Assim teremos configuração no Demander Web para habilitar o módulo de Saldo Flex. (ver requisito #18315).

Se o módulo estiver desabilitado nenhuma ação relacionada ao Flex na aplicação Android do Demander deve ser feita.

Se o módulo de saldo Flex não estiver habilitado e o ERP enviar algum Saldo Flex via arquivo de Integração deve aparecer aviso:

"O módulo de "Saldo Flex" não está habilitado no Demander." Configuração para Zerar saldos pendentes na virada do mês

Algumas empresas querem que o saldo flex tenha validade somente dentro do mês em questão, ou seja por exemplo, hoje estamos em Abril, então no extrato do saldo flex, não pode aparecer nenhum lançamento referente a pedidos emitidos antes de abril.

Para atender a essa situação será criada uma configuração no Demanderweb "Controle de Saldo Flex mensal";

   Essa configuração deve vir desmarcada, ao criar nova empresa;
   As empresas já cadastradas também devem ficar com essa configuração desmarcada;

OBS: O Demander não vai zerar o saldo do vendedor, o que ele vai fazer é desconsiderar faturamentos pendentes de meses anteriores, cabe ao ERP, exportar saldo do vendedor atualizado na troca do mês. Funcionalidades que não afetam o saldo flex

Preço pré- fixado e Preço travado, estas opções 'trancam' o preço, fazendo com que o representante não consiga alterar o preço, e com isso não gerando nem crédito, nem débito do saldo flex. O que o Demander ainda não faz em relação ao flex?

Qualquer bloqueio relacionado a acréscimo;

ignorar produtos com valor zerado. (Vamos calcular normalmente o crédito, quem controla flex não tem produto sem preço)

Lançamento de Saldos (apenas se for feito no ERP);

Resgate de Saldos (apenas se for feito no ERP);

Para configurar no Demanderweb

SALDOFLEX.JPG